Anjos Guardiões

Você poderia falar mais sobre os anjos da guarda?

O Guia: Não existe ser humano ao qual Deus não tenha dado um guardião. Isso não existe. Muitos seres humanos negam esse fato, julgando-o infantil e supersticioso. Eles são influenciados por uma imagem de massas atual, em reação a uma imagem de massas contrária que a humanidade tinha há algum tempo. Por isso, o anjo da guarda e seus aspectos foram distorcidos, transformando-se no oposto.

O ser humano jogou tudo, as coisas boas e as más, nos ombros do anjo da guarda, sua eficácia, etc., procurando assim fugir da responsabilidade por si mesmos. Aqui vocês têm duas imagens de massas opostas, uma como reação à outra. Agora está na moda zombar dessas idéias. No entanto, todo ser humano recebe um anjo da guarda. De acordo com seu desenvolvimento e sua tarefa, sua responsabilidade com relação ao plano divino, seu anjo é mais forte e mais poderoso ou não, conforme o caso.

Esses anjos seguem absoluta e estritamente a lei divina. Só interferem quando isso está de acordo com a lei e de acordo com o plano pessoal de seu protegido. Caso contrário, não têm o direito de impedir um erro de julgamento ou decisão. Eles não podem impedir infortúnios, que podem ser um bom remédio, e ficam de lado observando. A tarefa deles é guiar seus protegidos pela vida, segundo o plano pessoal de vida, impedindo apenas aquilo que for contrário à lei da causa e efeito.

Como vocês sabem, o ser humano pode alterar o plano feito antes de sua encarnação mediante o livre arbítrio. O anjo da guarda não impede isso, quer a alteração seja para melhor ou para pior, mas zela pela pessoa para que apenas o que ela mesma ocasionou possa afetá-la.

Eles sabem até onde podem ir em termos de orientação e inspiração. Se e quando o ser humano dá oprimeiro passo na direção certa—aproximando-se de Deus de maneira direta ou mais indireta—o anjo da guarda tem liberdade para unir forças com ele com tudo que é bom para o ser humano com essa finalidade.

Se esse primeiro passo não é dado por livre e espontânea vontade, o anjo da guarda não força e não pode forçar seu protegido a tomar a decisão correta. No entanto, existem muitos outros espíritos à volta de cada ser humano—espíritos não organizados, espíritos que não são necessariamente maus ou são até perversos.

Mas não se esqueçam nunca de que esses espíritos não se aproximam arbitrariamente. Eles são atraídos para vocês devido a determinadas semelhanças básicas, mesmo que o grau de bondade ou maldade varie amplamente e seja muito diferente do atual estágio de desenvolvimento de vocês.

Portanto, é possível que exista um espírito maligno à volta de vocês, mesmo que vocês não sejam pessoas más. Mas algumas correntes de vocês têm a mesma textura básica das do espírito maligno que se aproxima. O mesmo se aplica aos espíritos divinos.

O quanto um espírito não organizado pode influir sobre vocês depende também de vocês. Quanto mais autoconsciência vocês tiverem, mais controle terão sobre si mesmos, e portanto mais independência terão da influência de outros seres, espirituais ou humanos. A pessoa cuja consciência não se elevou a um determinado ponto cai facilmente sob a influência de outras pessoas, mesmo que não se dê conta desse fato.

O mesmo é verdadeiro com relação à influência que os espíritos podem ter sobre essa pessoa. O anjo da guarda muitas vezes é obrigado a ficar como espectador. Em outros casos, ele pode impedir essa influência. Isso depende de tantas circunstâncias que não é possível enumerá-las agora. Mas tudo está de acordo com a perfeição e a sabedoria da lei divina.

(Pathwork Palestra #45)

 

Os anjos da guarda estão entre encarnações ou todos já saíram do ciclo de encarnações?

O Guia: Depende do ser humano. Há muitos seres humanos que ainda não se desenvolverem a ponto de poderem trilhar um caminho de como este, que ainda não são capazes de cumprir nenhuma missão espiritual. Essas pessoas levam aquilo que vocês chamam de vida comum e aprendem devagar por essa experiência, seja ela qual for, ou ficam estagnados.

Essas pessoas têm anjos da guarda que naturalmente também são espíritos organizados, mas que ainda não saíram do ciclo de encarnações. Quanto mais uma pessoa se volta para Deus, mais perto o anjo da guarda pode chegar de seu protegido. Quanto mais ela se afasta de Deus, mais longe fica o anjo da guarda. Isso não pode ser evitado, é assim.

E uma pessoa que se desenvolve muito depressa e trilha um caminho como o nosso e acaba cumprindo uma missão, recebe um anjo da guarda superior, mais poderoso. Esse anjo, em geral—mas não sempre—está fora do ciclo de encarnações.

 

Próximo tópico

Retornar Para o Indice